Arquivo da categoria ‘Uncategorized’

O BLOG INFORMA AOS TRABALHADORES:

Publicado: 1 de abril de 2014 em Uncategorized

O Blog informa que a reunião entre Deputada Federal Jandira Feghali, Dirigentes do Sindicato dos Metalúrgicos e Almirantes da Estatal Emgepron está confirmado para o dia 02/04/2014.

A Blog informa que após essa reunião e, somente, após essa reunião será marcado dia e hora para realização da Assembleia Geral.

Por favor, entenda, após a reunião será marcado dia para essa Assembleia Geral.

Os trabalhadores serão avisados em tempo hábil para realização da mesma.

(Fonte: www.facebook.com/trabalhadoresdaemgepron)

EXPEDIENTE REDUZIDO NAS VTs FORA DA CAPITAL NA PRÓXIMA 6ª FEIRA (28/2)           

Data Publicação: 24/02/2014 09:46 - 
A Presidência do TRT/RJ divulgou nesta segunda-feira (24/2), o Ato nº 23/2014, que determina que as unidades do TRT/RJ localizadas nos municípios fora da Capital do Rio de Janeiro funcionarão no horário das 8h às 12h, no dia 28/2. A medida considera os transtornos provocados pela interdição de ruas em virtude dos desfiles de escola de samba e blocos carnavalescos.
Os prazos processuais com início ou vencimento nos dias de suspensão de expediente, inclusive os eletrônicos, ficam prorrogados para o primeiro dia útil subsequente, conforme dispõe o § 1º do artigo 184 do Código de Processo Civil. As medidas de caráter urgente serão apreciadas pelo Plantão Judiciário..
Clique aqui e leia o Ato nº 23/2014 na íntegra, que será publicado em Diário Oficial.
assinatura AIC

 A Reunião convocada pelos trabalhadores aconteceu como prevista.

 Soubemos que o Conselho de Administração da Emgepron cancelou a reunião que teria entre si, antes de responder ao Sindicato como e de que forma começaria a observar a CCT do Sindimetal para os trabalhadores da Estatal.

Novo local da reunião

Publicado: 17 de janeiro de 2014 em Uncategorized

O local da reunião mudou:
Avenida Presidente Vargas, no auditório da CTB, 17 andar.
Ponto de  Referência: O prédio onde fica a CTB fica próximo ao Hotel Windsor Guanabara.

O Blog se desculpa com o Companheiro Shadow, e com os demais companheiros que avaliaram positivamente a Campanha da Pulseira.


Reconheço a sentença verdadeira de um Companheiro que nos enviou e-mail relembrando-me o quanto é vingativa e arbitrária os encarregados do Arsenal e administradores da Emgepron.

Não tenho dúvidas de que os Companheiros que fizessem essa demostração pública sofreriam retaliação com demissões.

Não é esse o Objetivo do Blog. Não desejamos pôr qualquer trabalhador em risco de demissões ou constrangimentos.

Nossa luta continua!!!

OBS: Um trabalhador deu-nos a ideia, pelo Facebook, de usarmos um pano de cor branco, no Bolso da Camisa do Uniforme. 

Eu vou além, até mesmo papel de cor branco no Bolso da Camisa. A Pulseira poderá ser feita de Fita, Linha, ou qualquer material e cores.

O que importa é mostrarmos uns aos outros que não estamos sós, e, que, nesse dia, estaremos todos juntos.

—————————————————————————–

O Blog gostaria de saber quantos trabalhadores está insatisfeito dentro da Emgepron. 

Para isso o Blog propõe:

Atenção:

Os trabalhadores, que estiverem insatisfeitos com as injustiças dentro da Emgepron, coloquem em seus pulsos pulseira de cor preto simbolizando luto pela injustiça que sofremos.

Porque o Blog propõe isso? Porque precisamos saber realmente qual o número de trabalhadores que estão dispostos a participar dessas manifestações.

Um pequeno grupo não surtirá o efeito necessário para que os holofotes da mídia venha sobre nós e fazê-los perguntar e noticiar: “_ O que é Emgepron?”  “_Quem são esses trabalhadores?”

Os trabalhadores devem usar essas pulseiras ou durante a semana que antecederá o recesso, na próxima terça-feira, dia 10/12.

Essa ideia foi idealizado pelo Companheiro Shadow.


Segue uma sugestão.
Caso queira coloca-la em prática, não divulgue essa mensagem para não adiantar o passo a passo e estragar a ideia. Mas caso queira divulgar para ver o que as pessoas acham da sugestão, não há problema.

Os funcionários da Emgepron têm um medo natural de greve, devido ao fato de demissões. Isso é fato. Eles já fizeram no passado e ainda são inconsequentes com a lei, pois esta nunca fez nada com eles. Mas realmente acho que é hora de fazer barulho, portanto, sugiro que haja uma preparação para isso. Como?


Passo 1: Vamos solicitar que todos os funcionários que estão insatisfeitos e querem um desfecho mais rápido desse impasse judicial, reconhecimento de sindicato, reconhecimento salarial, reconhecimento da diretoria de que trabalhamos para eles e que eles se pronunciem com alguma informação e etc… Todos, todos que estão insatisfeitos com essa situação, coloquem uma pulseira de fita azul no pulso. Somente isso. Pode ser qualquer cor, até preto indicando luto. Caso haja quem faça essas pulseiras seria melhor, mas o mais importante é que tenhamos como identificar quem está insatisfeito, sem falar em greve. (Ainda).


Passo 2: Solicite que fique com a pulseira, somente aqueles que topariam fazer uma greve, caso essa venha a ser necessária. Quem não está disposto, que retire a pulseira.


Passo 3: Greve, mas ai teríamos feito esse passo a passo, onde acredito trazer mais pessoas para participarem e se acostumarem com essa realidade. 


(…)


Assim são os funcionários da Emgepron.

Apenas uma sugestão, assim como a sugestão dos e-mails para informativo coletivo para todo o senado, deputados e repórteres políticos, que citei semana passada, mas caso vc fale com alguém antes de executar, sempre haverá alguém que não julgue ser uma boa ideia. Nem todos querem barulho, até mesmo pessoas que sempre julgamos estar sempre do nosso lado, as vezes nos surpreendemos com posições contrárias. Não confie 100% em um político, com 100% das questões, existem estratégias que para eles não é positivo. 
Caso surja mais apoio político, talvez os primeiros a apoiarem não achem positivo, alegando que tudo está chegando no final agora e vc estará chamando mais pessoas para receberem o mérito da conquista.
Será que está chegando ao fim?

SHADOW.


Lembro de ele já ter sugerido isso antes em outros comentários nas postagens do Blog.

-O que é Emgepron? Perguntou o Ministro Celso Amorim ao seu Assessor, que o informou ser a Emgepron Empresa Pública. 

Esse diálogo acima aconteceu durante reunião em  Brasília, em que um Companheiro nosso esteve presente com o Sindicato, Deputada Jandira e Ministro Celso Amorim. Esse diálogo foi relatado pelo trabalhador que estava ali, presente.

Qual é a vantagem da  Administração na Emgepron? Sim, o chefe da pasta desconhecer a origem jurídica da Emgepron facilita e deixa a Administração sem cabresto. Por isso ela burla”direito” do pobre e age como agem os maus empregadores: burlando o direito trabalhista de trabalhadores.

Já pensou se o chefe da Aneel perguntasse o que é Light? ou os  chefes das Agências Reguladoras da Petrobras,  Embraer, Embratel não saberem quais são os aspectos jurídicos dessas estatais? Que descontrole seria para os trabalhadores o  desconhecimento deles sobre a realidade dessas Estatais do Governo? 

Companheiros, cabe a nós lembrar ao Governo Federal de que somos funcionários dela. Não falta mais nada para que iniciemos uma manifestação pela Avenida Presidente Vargas. 

Está na hora de o Governo Federal ser chamado a  responsabilidade. Temos que forçar a União tomar partido nessa luta.

É importante que tiremos um dia na semana para um ato em frente ao TRT e quem sabe acampar, por tempo indeterminado, lá (como os sem terra fizeram, nos anos 90, na  Cinelândia-Rio). A vantagem da Administração da Emgepron é o desconhecimento total do grande público do que é a Emgepron. Basta um passeata para que o Grande Público e a Mídia Secular questionem quantos milhões recebe a Emgepron da União? Quem são esses trabalhadores?  Que Estatal misteriosa é essa? 

Basta a mobilização, tão sonhada, para que a imprensa secular queira a abertura da Caixa Preta.  Queira saber quanto a Emgepron paga aos trabalhadores, se são todos concursados ou são apadrinhados?

Basta um nó no trânsito para que a Administração da Emgepron tente o ato de  covardia demitindo injustificadamente trabalhadores em franco ato  constitucional do livre direito á reunião e manifestação. Mas de uma coisa garanto: Advogados da OAB estarão sob aviso de nossa luta,  reivindicações e necessidade de manifestação para chamar atenção do governo para dentro da realidade funcional na Emgepron. 

A lei da Anistia poderá ser invocada, caso os militares na Emgepron queiram punir com demissão trabalhadores.

A opiniao pública com a manifestação invocará a imprensa secular que, por sua vez,  se manifestará a favor da nossa causa e o governo terá que exigir do Ministro da Defesa explicações do porquê uma Empresa Pública de serviços, construção e reparo naval, colocada a serviço dos estaleiros e bases navais da Marinha do Brasil paga aos seus Metalurgicos o salário de R$ 856,00 bruto, sonegando seu direitos conquistados com lutas sindicais. 

Pensem nisso.

Publicado: 15 de junho de 2013 em Uncategorized
A pedido de Companheiros de trabalho, o Blog manterá seu apoio a luta pela Sindicalização.

Reconhecemos que há burocracias a serem cumpridas e que todos envolvidos, cito o pessoal do Sindicato dos Metalúrgicos, tem feito a parte deles no que tange a busca pela representatividade.

Assembleia geral hoje. NÃO PERCA.

Publicado: 3 de junho de 2013 em Uncategorized
Pedimos desculpas, mas nãão deu para agente divulga a tempo aqui no Blog. Até no site do sindicato só publicaram agora.

 https://www.facebook.com/photo.php?fbid=563712067004603&set=a.524895164219627.105853.504979752877835&type=1&theater

Desabafo do companheiro que transferiu o blog para mim: 

Aos militares da Marinha Marinha do Brasil e forças similares que nos adicionam com perfis Fakes, 

Caso algo me aconteça, ainda que seja algo de bom ou ruim que não reivindicamos, ou aconteça a qualquer um de nós, temos provas pessoais da luta que travamos contras injustiças praticadas aos trabalhadores públicos civis concursados da Emgepron no nosso Blog http://www.metalurgicosdaemgepron.blogspot.com.br e, aqui, no facebook e usarei para pedir proteção legal às autoridades.

Estamos conscientes! Conheço direitos que possuímos na Constituição Federal de 1988 e farei valê-los.

Caso seja preciso, pegarei das prova que forem necessárias da luta por direitos que travamos em órgãos militares da Marinha do Brasil e levarei até aos órgãos internacionais de proteção aos direitos humanos. Já por aqui, continuarei postando notícias da nossa luta por direitos legais em páginas de divulgação oficial em prol da Anistia Internacional e contra a tortura no Brasil.

A foto, abaixo, é em memória da Companheira Soledad Barrett Viedma, esposa grávida do Agente Militar da repressão, foi traída e assassinada pelo próprio esposo, um agente da Marinha do Brasil, o Cabo Anselmo, infiltrado entre Companheiros da luta armada, durante a luta pela Democracia e contra a repressão aos direitos civis no Brasil, nos anos 70.

 ENTENDA PORQUE TRABALHADORES DA ESTATAL FEDERAL EMGEPRON ESTÃO SENDO INFECTADOS POR BACTÉRIAS CONTRAÍDAS AO SEREM COMPULSORIAMENTE OBRIGADOS PELA DIRETORIA DA EMGEPRON A SE ALIMENTAREM NO RANCHO DO ARSENAL DE MARINHA DO RIO DE JANEIRO-AMRJ.

É nesse ambiente insalubre que é preparada, às pressas todos os dias, o alimento que será servido aos trabalhadores da Emgepron no Racho do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro-AMRJ, para, no final, ser servidas carnes cruas, frangos cozidos ou fritos crus, almôndegas cruas, arroz cru ou papa, feijão cru, legumes mal cozidos, hortaliças cheias de lesmas, aos trabalhadores da EMGEPRON.

Desses panelões imundos saem as bactérias que juntas à bactéria Salmonella Enteritidis causaram dores estomacais lancinantes naqueles trabalhadores da Estatal Federal EMGEPRON que são infectados ao comer os alimentos servidos nesse rancho.

Reparem na condição do local insalubre que são preparadas as refeições. Não é de estranhar que centenas de Companheiros(as) estejam infectados por bactérias causadores de gastrenterites.